Page 6 - Pearson English
P. 6

PEARSONEnglish
                             2018


                     PROFESSOR BILÍNGUE x PROFESSOR DE IDIOMA

                                   NOVO DESAFIO



                           OU NOVA POSTURA?




             Texto: Vania Bittencourt



             A grande procura do mercado por ensino bilíngue trouxe a     Por  tratar-se  de  uma  área  relativamente  nova,  com
             necessidade  de  preparar  os  professores  para  um  novo   poucas ofertas de cursos específicos, é necessário enten-
             desafio. A demanda por profissionais que tenham tanto a   der a fundo o processo para buscar profissionais capaci-
             formação  em  língua  inglesa  quanto  o  conhecimento  de   tados.  Além  disso,  o  acompanhamento,  feedback
             diferentes práticas pedagógicas para assumir o desafio de   constante  e  observação  de  aulas  passa  a  exigir  do
             turmas bilíngues tem trazido algumas dificuldades a direto-  coordenador uma postura proativa, mais participativa e
             res e coordenadores pedagógicos: será suficiente a gradua-  de avaliações pontuais. Seu papel é de extrema impor-
             ção em Letras? As certificações garantem a expertise neces-  tância  para  que  o  professor  tenha  o  apoio  necessário
             sária para a atuação nas classes bilíngues? É necessário o   para  desenvolver  o  processo  de  forma  consistente  e
             curso de Pedagogia, além do conhecimento da língua?  adequado  à série que se destina, orientando-o quanto às
             Precisamos nos voltar ao ponto crucial desta discussão:   diferentes estratégias e rotinas de sala de aula.
             qual é o perfil do professor de turmas bilíngues? Quais as   O processo do bilinguismo deve ser de imersão, em que a
             competências  necessárias  para  que  um  professor  de   aprendizagem  de  outras  áreas  do  conhecimento  seja
             idiomas  possa  assumir  uma  turma  bilíngue?  Serão  as   desenvolvida em inglês, em um processo de uso social da
             mesmas competências exigidas numa e noutra situação?  língua  como  instrumento  de  comunicação.  Por  isso
             Principalmente  quando  se  trata  da  Educação  Infantil  e   mesmo,  é  necessário  que  sejam  oferecidas  estratégias
             anos iniciais do Ensino Fundamental, a importância de ter   diversificadas para promover o envolvimento dos alunos
             o  curso  de  Pedagogia  ou  Técnico  em  Magistério,  ainda   com  o  que  está  sendo  tratado,  em  que  é  importante  a
             existente em algumas cidades, é grande, uma vez que os   prática e o conhecimento acerca das características dessas
             conhecimentos necessários para a atuação com crianças é   faixas etárias, fazendo a integração das diferentes áreas.
             essencial. Porém, é igualmente desejável a formação em   Em  relação  entre  a  aprendizagem  de  segunda  língua  na
             Inglês,  pois  o  trabalho  com  os  alunos  deve  ser  feito   Educação Infantil e os anos iniciais do Ensino Fundamental,
             sempre nesta segunda língua. Assim, a complexidade do   é citado pela neurocientista Suzana Herculano Houzel:
             trabalho faz com que nos deparemos com um novo perfil
             de profissional para atender a essa crescente demanda.
                                                                      “Nesse período, a criança pode ser capaz de falar
                                                                    qualquer língua, tantas quantas ela for exposta. Na
                                                                 prática, resulta num falante bilíngue, sem o sotaque da
                                                                  língua materna, já que a criança aprenderá a segunda
                                                                 língua como se fosse sinônimo da primeira. O caminho
                                                                        sináptico para que isso aconteça é o mesmo.”
                                                                               (NASCIMENTO E SANTOS, 2013, p.29).



















                                                                                                                06
   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11